quinta-feira, 6 de maio de 2010

Curso de Especialização lato-sensu em Psicologia Política, Políticas Públicas e Movimentos Sociais - Universidade de São Paulo.

Escola de Artes, Ciências e Humanidades (USP Leste)

Áreas de Conhecimento: Ciências Humanas, Psicologia, Psicologia Social, Psicologia Política

Descrição:

Este curso de Especialização em Psicologia Política é a primeira iniciativa nesta área específica a ser implementada no Brasil. A primeira vez que esse termo foi mencionado foi em 1897 em uma obra de Gustave Le Bom. A psicologia Política se estabeleceu como campo de investigação em nível stricto sensu em 1973 nos Estados Unidos da América e na Europa. Em 1978 foi fundada a Associação Internacional de Psicologia Política - ISPP - na Universidade da Califórnia. No Brasil, foi fundada em dezembro de 2000 a Associação Brasileira de Psicologia Política - ABPP -, entidade mantenedora da Revista de mesmo nome, avaliada como A nacional pela CAPES/ANPPEP. Entre os proponentes desse curso encontram-se três dos fundadores da ABPP e Membros da comissão editorial da Revista Psicologia Política.

Este campo se preocupa com as relações entre indivíduo e coletivo, com as relações de poder que são construídas nas diversas esferas da vida social, com as produções identitárias de sujeitos e grupos, com as organizações sociais e sua interação social, comportamentos político e eleitoral, bem como com fenômenos coletivos que relacionam as questões da participação política.

Nesse sentido, este curso se constitui em uma importante oportunidade para a formação profissional e intelectual daqueles sujeitos que atuam em campos como o Marketing Político, Terceiro Setor, Educação Popular, Comunidades, Partidos Políticos, Movimentos Sociais e Juventude. Oferecer este curso propicia a Universidade de São Paulo um lugar histórico importante na construção desse campo no Brasil, consolidando-se enquanto instituição inovadora e com proposta de ponta em campos inovadores e potencialmente importantes para a transformação social.


Objetivos:

O presente curso de especialização tem por objetivo fundamentar teoricamente as práticas psicossociais junto às associações de bairro, sindicatos, terceiro setor, conselhos, partidos políticos, escola e movimentos sociais e outras áreas de atuação profissional que estejam relacionadas com fenômenos coletivos, assim como capacitar os/as alunos/as para a intervenção em instituições e/ou comunidades.

Objetivos Específicos:
* Capacitar e formar lideranças para a atuação nesses diferentes campos
* Analisar criticamente as políticas públicas, bem como elaborar propostas que auxiliem na elaboração das mesmas

Concepção do Programa:

O curso de especialização lato sensu em Psicologia Política integraliza 500 horas/aulas.

Assim esse curso foi concebido com 5 módulos estruturais com o intuito de organizar conceitualmente as disciplinas que o sustenta. São eles:

1. Fundamentos de Psicologia Política;
2. Fundamentos em Movimentos Sociais;
3. Estado, Políticas Públicas e Sociedade Civil;
4. Organização Política e Participação Popular;
5. Métodos de Intervenção e Metodologia de Pesquisa.

Este curso está previsto para acontecer às terças-feiras e às quintas-feiras, das 08h às 12h, durante três semestres. Cada semestre pode constituir um curso de aperfeiçoamento, sendo que o conjunto das disciplinas de cada um desses semestres poderiam dar origem a três aperfeiçoamentos: o 1º semestre, Psicologia Política; o 2º semestre, Psicologia Social Comunitária e o 3º semestre, Psicologia Política das Instituições. O desdobramento do curso em disciplinas segue o esquema abaixo.

Este Programa foi concebido para contribuir com a formação profissional de pessoas que têm interesse em questões teórico-práticas no campo interdisciplinar, sendo prioritária a compreensão das relações de fenômenos subjetivos no campo da política.

Fonte: http://each.uspnet.usp.br/each/latosensu/psicologiapolitica/index.php