terça-feira, 20 de outubro de 2009

O Currículo como ferramenta de Marketing Pessoal

Como elaborar um currículo.
Tenho falado constantemente em minhas aulas no curso de Pedagogia Empresarial e de Inclusão, sobre a importância de enriquecermos nosso currículo acadêmico e profissional. Aí vão algumas dicas práticas de como elaborar um bom currículo.

Ser objetivo. Usar uma a duas páginas com fundo branco e letras convencionais.
Dar informações claras, precisas, coerentes e atualizadas.
Segue um exemplo :

NOME COMPLETO
Nacionalidade, estado civil, nascido em (data).
Endereço, bairro, cidade, estado, CEP.
Tel. fixo / celular ou de recados - e-mail
Objetivo : Cargo Pretendido (Áreas ou cargo da vaga anunciada)
Qualificações
Resumo profissional.
Citar resultados e realizações (procurar quantificar em porcentagem ou valores aproximados), participação em projetos, responsabilidades, histórias de sucesso, clientes atendidos, conhecimentos, sistemas, programas de informática, habilidades, pontos fortes, diferenciais ...
Priorizar dados relevantes ao cargo oferecido.

Histórico Profissional
Nome da última empresa
Cargo (mês/ano - atual)
Principais atividades :
Nome da penúltima empresa
Cargo (mês/ano a mês/ano)
Principais atividades :

Nome da ante-penúltima empresa
Cargo (mês/ano a mês/ano)
Principais atividades :
Formação
Nome do curso - Nome da Faculdade - Ano de Conclusão.

Cursos
Nome, entidade e data (somente os revelantes para seu objetivo).
Idiomas
Idioma - fluente, avançado, bons conhecimentos ou conhecimentos básicos.
Revisar várias vezes para evitar erros de português e digitação.
Pedir para alguém revisar também.
Imprimir com boa qualidade.
Manter o currículo atualizado.
Adequar o currículo à vaga pretendida desde que atenda aos requisitos.

Somente caso a empresa solicite :
- Pretensão salarial. Na Internet é importante colocar para você e o selecionador não perderem tempo.
- Foto
- Carta de apresentação (mini-currículo). Coloque o que a empresa procura logo nas primeiras linhas mas seja realista.
Ex. : Tenho grande interesse na vaga tal e nesta conceituada empresa. Quanto aos requisitos do cargo, sou formado em xx, tenho xx anos de experiência na área, inglês avançado, usuário de microinformática e disponibilidade para viagens. Além de tais resultados xxx que comprovam meus diferenciais xx.

Opcional e no final do currículo :
Serviço voluntário, hobby, viagens e características pessoais (habilidades). Útil para quem nunca trabalhou.

Não fazer :
Mentir, exagerar, citar números de documentos, anexar, assinar, escrever "eu" em demasia, usar gírias, enfeitar, usar linguagem muito formal, escrever demais ou fazer uma autobiografia.

CV na Internet :
Utilize palavras-chave da sua área que o selecionador usaria para fazer buscas de currículos.
Pesquise as novas exigências e novidades que o mercado de trabalho requer para a sua área.
O currículo é o seu cartão de visita.
Venda uma boa imagem e conseguirá a entrevista !

Atitudes importantes para quem busca uma colocação no mercado de trabalho.

Atitudes importantes para quem busca uma colocação no mercado de trabalho.
Muitos quando possuem uma entrevista de emprego, ficam extremamente nervosos e esuqecem de alguns detalhes importantes que fazem a diferença na hora da entrevista de seleção.

Preste atenção nas dicas!

Check-list :
Na véspera :

Imprimir um currículo atualizado.
Separar a roupa. Discreta, confortável, limpa e passada.
Lavar os cabelos e checar as unhas.
Planejar o trajeto. Ônibus em SP ligar 156.
Visitar o site da empresa a fim de conhecê-la melhor.
Verificar quem pode dar boas referências sobre você, como um ex-chefe ou ex-colega de trabalho.
Consultar uma pesquisa salarial no mercado para ter uma base de valores. Avaliar suas necessidades e expectativa salarial.
Ter uma boa noite sono.
No dia :
Começar a se arrumar com bastante antecedência deixando um tempo livre para imprevistos.
Ler no jornal as principais notícias do momento.
Evitar excessos : perfume, acessórios e maquiagem no caso das mulheres.
Levar o currículo, documentos, o endereço e o nome do entrevistador.
Chegar 15 minutos adiantado.
Desligar o celular.
Na recepção praticar a cortesia.
Não fumar ou mascar chicletes.
Corresponder ao aperto-de-mão do entrevistador com firmeza.
Um pouco de ansiedade ou nervosismo inicial é natural e humano mas procure relaxar e não demonstrar.
O entrevistador deve começar com um diálogo informal a fim de quebrar o gelo.
Caso ele diga “Fale sobre você”, liste sucintamente suas conquistas profissionais. Quando questionado, forneça mais detalhes.
Não decorar respostas prontas. Cada entrevista é diferente.
Ser natural, espontâneo, autêntico e verdadeiro.
Demonstrar entusiasmo pela vaga e energia. Mostre que você gosta do que faz e sabe o que quer.
Ouvir o entrevistador com atenção. Não ignorar perguntas. Colaborar.
Refletir antes de responder.
Responder às perguntas de forma clara e com precisão.
Evitar gírias, piadas, gargalhadas ou forçar intimidade com o entrevistador. Palavrão jamais.
Não falar demais, nem de menos.
Evitar dar muitas respostas curtas como sim e não. Interagir com o entrevistador.
Ser honesto, transparente e sincero. Informações podem ser investigadas. Ex.: responda resumidamente o motivo de saída na última empresa, último salário... etc.
Jamais falar mal da empresa, do chefe ou colegas de empregos anteriores.
Não agir como se estivesse pedindo um emprego. Manter a coluna reta.
Tentar identificar as necessidades da empresa.
Não usar gerúndios. Não dizer “eu vou estar verificando” e sim ”eu vou verificar”.
Trocar “eu acho” por “eu penso, tenho certeza ou vejo assim”.
Oportunamente responder :
Relatar exemplos de realizações, resultados e contribuições que conquistou para antigos empregadores como aumento de lucro, redução de custos, simplificação de processos, etc.
Cuidado para não parecer arrogante. Citar resultados que conquistou juntamente com a sua equipe.
Responder sobre seus objetivos a médio e longo prazo (cargos desejados, planos de estudo).
Relatar fatos que comprovem que você tem as características pessoais que o cargo exige.
Ressaltar seus diferenciais.
Informar quais contribuições você pode oferecer para a empresa : benefícios, soluções de problemas e resultados. Isto é muito importante.
Ninguém é perfeito. Sobre seus pontos fracos ou pontos a desenvolver (ex. perfeccionista, exigente) diga o que você está fazendo para melhorar, mas só toque no assunto se o entrevistador perguntar. Cautela para não se prejudicar.
Estar preparado para responder sobre qual o nome do último livro que você leu. Complementar com nomes de revistas ou sites especializados na sua área.
Perguntar suas dúvidas sobre o cargo e a empresa demonstrando interesse.
Quando questionada sua pretensão salarial, comente sobre a média de mercado pesquisada. O ideal é que o entrevistador fale um número primeiro. Não diga um valor exato e sim uma faixa, demonstrando flexibilidade. O objetivo é chegar a um acordo. Quando possível negocie salário, benefícios, plano de carreira...
Se o selecionador não tocar no fator remuneração, introduza o assunto no final da entrevista. Caso seja para um cargo executivo deixe para o final do processo. Primeiro venda seu peixe.
Questionar sobre as etapas do processo e a previsão de um retorno. Após a data prevista você tem o direito de ligar para obter uma posição. Infelizmente na realidade muitos selecionadores não dão um retorno aos candidatos.
Para a escolha de um candidato são necessárias várias entrevistas, geralmente com o representante da agência ou consultoria contratada, com o RH, o superior imediato e às vezes até com pares. Assim a escolha é decidida de forma compartilhada.
Dê o seu melhor nas entrevistas. Seja qual for o resultado de um processo seletivo, aproveite a experiência e siga em frente. Algumas vagas são suspensas por motivo de mudança de planejamento.
Esperamos que estas dicas ajudem você a se sentir mais preparado(a) para esta fase de transição.
O melhor está reservado pra você !