quarta-feira, 26 de agosto de 2009

V Congresso Paulista de Educação Infantil



Inscrições: www.fe.usp.br

Realização: 08 a 11/09/2009

Horários: das 08h00 às 21h00
Local: FEUSP - Av. da Universidade, 308 - Cidade Universitária - SP
Docente (s): Maria Letícia Barros Pedroso Nascimento
Público Alvo: Profissionais da Educação, Estudantes e Associados do FPEI

Dez anos! Intensa efervescência dos Movimentos Sociais - Fóruns, MIEIB, Campanha - , da Sociedade Civil, do Poder Público e da Universidade.
Embates e debates sobre educação, criança, criança pequena, cultura, linguagens, etnia, gênero, financiamento, formação de professores, espaço físico, o que trabalhar com as crianças, “confusão” entre o público e o privado.
Acesso e facilidade na comunicação: Internet; sistemas tecnológicos; informatização.
Quase uma década de novo milênio e o desencadeamento de propostas como cidades educadoras, reconhecimento das crianças como atores sociais, articulação entre provisão, proteção e participação, construção de novos paradigmas.
O que tem significado a EI fazer parte da educação básica?
O que se entende por qualidade?
E por avaliação da qualidade?
Pesquisa, avanços e retrocessos na área. As relações instáveis entre as concepções presentes na legislação e as práticas sociais envolvendo a infância.Promulgação da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional - Lei 9394/96, que dispõe sobre os direitos das crianças à educação, das Diretrizes Curriculares Nacionais para EI, do Plano Nacional de Educação, mudanças na LDB, revisão das Diretrizes, produção acadêmica, produção regional via secretarias de educação.
O Fórum Paulista de Educação Infantil - FPEI também comemora uma década na defesa dos direitos das crianças: seu acesso e usufruto a educação com qualidade.
Durante esse período, o FPEI tem promovido encontros, debates e o COPEDI, que em sua quinta edição, pretende promover o debate público sobre as trajetórias das políticas públicas em vigor, a construção da profissionalidade docente, e as praticas educativas resultantes.
EIXO 1 - Políticas públicas para a Infância
Ementa A Educação Infantil, como primeira etapa da educação básica - em processo de integração das instituições de educação e cuidado das crianças pequenas – conclama esforços coletivos de profissionais da área que, comprometidos com a infância, buscam garantir os direitos fundamentais, próprios e inalienáveis da criança. Questões como:
• Políticas de antecipação do ingresso da criança na escola;
• Ausência de continuidade do processo educacional na educação de crianças de zero a dez anos;
• Políticas de conveniamento ou a desresponsabilização do Estado com a educação das crianças de zero a três anos;
• Acompanhamento, supervisão e regulação da qualidade da educação evidenciam as múltiplas dimensões do campo e as dificuldades em concretizar os avanços legais e para enfrentar as suas conseqüências polêmicas no que se refere a financiamento, regulamentação, atendimento à demanda, formação profissional, condições de trabalho, ambientes das instituições, participação das famílias, políticas de educação formal e não-formal.
Nesta perspectiva, este eixo refere-se especialmente às experiências das gestões municipais, dos movimentos da sociedade civil (conselhos municipais e estaduais, fóruns, sindicatos, associações, ONGs) e das Universidades em torno dessas questões, assim como da articulação com os setores da assistência, saúde, cultura, urbanismo, entre outros, para que as políticas públicas voltadas para a infância possam, efetivamente, “pensar primeiro na criança”.
EIXO 2 - Bases Epistemológicas para pensar os tempos, espaços, relações e atividades da Infância:
Ementa: O grande desafio das Pedagogias da Infância é a interlocução entre as Ciências da Educação e as Artes, compreendendo os tempos, espaços, relações e atividades da infância no plano das fortes modificações sociais presentes na contemporaneidade.
Os conhecimentos acumulados nos campos da Filosofia, Pedagogia, Psicologia, Antropologia, História, Sociologia, Arquitetura e Artes permitem construir novos paradigmas para a educação infantil.
Neste eixo serão privilegiadas as produções que revelam e desvelam questões relativas às diferentes formas de vivência das infâncias nos ambientes educacionais coletivos (creches e pré-escolas), contemplando e contextualizando contribuições de precursores da educação infantil e pesquisadoras/es e teóricas/os contemporâneos.
EIXO 3 - Identidades, Formações e Desenvolvimento das/os profissionais de Educação Infantil
Ementa: A identidade profissional dos adultos envolvidos com a educação infantil é construída na extensão de suas experiências ao longo da vida e pelas concepções e representações sobre a infância, a educação e as práticas institucionais.
É revelada na pluralidade das identidades (de gênero, classe social, étnico-raciais etc) e se articula às propostas curriculares de formação inicial e continuada e com os processos de desenvolvimento profissional, tendo uma nova perspectiva de educação infantil que traduza vivências acumuladas e pesquisas realizadas que não antagonizem a cultura lúdica e as culturas da escrita.
EIXO 4 - Práticas Pedagógicas, Culturas Infantis e Produção Cultural para crianças
Ementa: Este eixo pretende apresentar, problematizar e debater teorias e práticas pedagógicas que enfoquem a construção de Pedagogias da Infância e que contemplem as crianças e as professoras/es como protagonistas de uma relação educativa que envolve também as famílias, articulando-as à produção das diferentes linguagens e culturas tecidas pelas crianças. Pretende-se também destacar a variedade da produção cultural dirigida à Infância, revelando os contrastes presentes nas propostas pedagógicas, nas mídias e demais ações voltadas para as crianças.
folder:http://www3.fe.usp.br/secoes/cem/evento/cartazes_eventos/COPEDI_A4.pdf


LOCAL: FEUSP/Paço das Artes

Programa

Terça-feira:

14h30 - Credenciamento Auditório da FEUSP Processo Eleitoral: Grupo Gestor Associação Amigos do Fórum Paulista de Educação Infantil (AAFPEI)

20h00 - Conferência de Abertura: Educação Infantil: balanço de uma década de luta

Quarta –feira:

9h00 - Conferência Eixo 2 Tempos, espaços, relações e atividades da Infância
10h30 - café
11h00 - Simpósios
1. Demanda em Educação Infantil
2. Creches na universidade
Mesas Redondas
1. Memória: Uma década de Políticas Públicas para a Infância
2. Memória: uma década de debate epistemológico sobre a educação da infância
7. Relações étnico-raciais: construção de identidades
4. Memória: construção cultural para crianças e culturas produzidas por crianças
12h30 - almoço
14h30 - Conferência
Eixo 3 Identidades, Formações e Desenvolvimento das/os profissionais de Educação Infantil 16h00 - café
16h30 - Comunicações Painéis Vídeos Salas de Aula

18h00 - jantar
20h00 - Atividade cultural externa

Quinta –feira:

9h00 - Conferência
Eixo 1 Políticas públicas para a Infância
10h30 -
café 11h00
Simpósios
3. Propostas curriculares para a Educação Infância
4. Territórios da infância – espaços alternativos
Mesas Redondas
5. Crianças são sujeitos de direitos. Que sujeitos? Que direitos?
6. A criança e a cidade
3. Memória: uma década de luta pela profissionalização
8. Em foco: os bebês

12h30 - almoço
14h30 - Comunicações Painéis Vídeos Salas de Aula
16h30 - Visitas monitoradas: creches central e oeste, museus (MAC, MAE, Paço, do brinquedo) Labrimp, IEB

18h00 - Reunião aberta ao MIEIB
20h00 - Jantar por adesão

Sexta –feira:

9h00 - Conferência
Eixo 4: Práticas Pedagógicas, Culturas Infantis e Produção Cultural para crianças
10h30 - café
11h00 - Simpósios
5. Movimentos Sociais pela criança de 0 a 6 anos
6. Socialização e Mídia Mesas Redondas
9. A Educação Infantil: implicações legais e pedagógicas
10. Caminhos da pesquisa na Educação Infantil
11. Mobilização e organização dos profissionais da Educação Infantil
12. Imagem e Movimento: provocações de diálogos com as infâncias

12h30 - almoço
14h30 - Assembléia de Encerramento Divulgação de Resultados do Processo Eleitoral do FPEI




V CONGRESSO PAULISTA DE EDUCAÇÃO INFANTIL - FEUSP
Paço das Artes: 08 a 11 de Setembro de 2009 - São Paulo

Inscrição on-line no evento

PERFIL DO PÚBLICO PARTICIPANTE
Profissionais; estudantes e pesquisadores da área de educação comprometidos com a infância e a educação infantil.
PERFIL DOS (AS) PROFISSIONAIS CONVIDADOS (AS)
Profissionais; professores(as), gestores(as), pesquisadores(as) e especialistas das esferas nacional e internacional, comprometidos com questões da infância e da educação infantil.
TEMA: Educação Infantil: balanço de uma década de luta.
ORGANIZAÇÃOO V COPEDI está organizado em quatro eixos, a saber:
1 - Políticas públicas para a Infância;
2 - Bases Epistemológicas para pensar os tempos, espaços, relações e atividades da Infância;
3 - Identidades, Formações e Desenvolvimento das/os profissionais de Educação Infantil;
4 - Práticas Pedagógicas, Culturas Infantis e Produção Cultural para crianças.
Conferência de Abertura: Educação Infantil: balanço de uma década de luta
EIXO 1 - Políticas públicas para a Infância
Simpósios:
5. Movimentos Sociais pela criança de 0 a 6 anos
1.Demanda em Educação InfantilMesas:
1.Memória: Uma década de Políticas Públicas para a Infância
5. Crianças são sujeitos de direitos. Que sujeitos? Que direitos?
9. A Educação Infantil: implicações legais e pedagógicas
EIXO 2 - Bases Epistemológicas para pensar os tempos, espaços, relações e atividades da Infância
Simpósios:
4. Territórios da infância – espaços alternativos
6. Socialização e Mídia
Mesas:
2. Memória: uma década de debate epistemológico sobre a educação da infância
6. A criança e a cidade
10. Caminhos da pesquisa na Educação Infantil
EIXO 3 - Identidades, Formações e Desenvolvimento das/os profissionais de Educação Infantil
Conferência
Mesas:3. Memória: uma década de luta pela profissionalização
7. Relações étnico-raciais: construção de identidades
11. Mobilização e organização dos profissionais da Educação Infantil
EIXO 4 - Práticas Pedagógicas, Culturas Infantis e Produção Cultural para crianças
Simpósios:
3. Propostas curriculares para a Educação Infância
2. Creches na universidadeMesas:
4. Memória: construção cultural para crianças e culturas produzidas por crianças
8. Em foco: os bebês
12. Imagem e Movimento: provocações de diálogos com as infâncias